terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Quarto montessoriano! Mas o que é isto afinal?




Não sei se pela minha minha formação de fisioterapeuta, onde tive a oportunidade de trabalhar/estagiar com bebés, mas logo que conheci este método, achei que é muito interessante e vai de encontro aquilo que aprendi. Claro que "convencer" o resto da família de uma versão diferente de quarto já é outra coisa! =)

O Método de Montessori, como o nome indica, foi criado e desenvolvido por Maria Montessori – médica, educadora e primeira mulher italiana diplomada em medicina.



Um quarto montessoriano assegura a liberdade de movimentos e independência da criança. Tudo deve ser escolhido e colocado à dimensão da criança, salvaguardando as necessidades de cada idade. A ideia, é que o bebé ou a criança consiga sair da cama sem riscos, explorar o espaço, brincar e ser responsável por arrumar as suas coisas sem a ajuda de um adulto e sem comprometer a sua segurança. 


A filosofia montessoriana defende que esta é a melhor forma para a criança se devolver, ter autoestima e confiança. Naturalmente, apesar de a ideia ser criar um espaço onde a criança se possa mover em segurança e tornar-se autónoma, a monitorização dos pais continua a ser essencial. 







Para os pais que se identificam com esta filosofia, ficam aqui algumas dicas.

  • Colchão no chão
O berço é um limitador de movimento, logo é substituído por um colchão no chão ou uma cama bem baixa, para que a criança tenha mais independência para se levantar e se deitar. Ao lado do colchão, pode-se colocar um elemento que além de amortecer uma possível queda, proporcionará estímulos sensoriais diferentes (almofadas, colchoes de tatami ou de campismo).

  • Tudo ao alcance das crianças
Os  brinquedos, livros, jogos e fotos das crianças devem ficar ao alcance das próprias, organizados em prateleiras e móveis baixos. Experimentem gatinhar no quarto dos vossos filhos para perceber o quanto as alturas das coisas estão desajustadas às suas necessidades. Toda a decoração deverá, também, ser colocada ao nível dos olhos da criança.
  • Espelho
É um dos essenciais do quarto montessoriano e deve ser colocado, na posição horizontal, ao lado do colchão, quando se tratam de bebés e, para crianças maiores, numa outra parede, na posição vertical. O espelho é fundamental porque permita que a criança se conheça melhor, reconheça o seu corpo e se entusiasme com os seus movimentos.


Claro que estamos habituados a quartos com cama de grades e faz uma certa confusão colocarmos o bebé a dormir no chão. Quando falei sobre o assunto à minha mãe, a reação dela foi logo...

"Mas vais ficar com dores nas tuas costas assim!"
Eu penso que uma boa solução para aqueles pais que até gostam deste método, mas que logo nos primeiros tempos de vida do bebé não o queiram colocar no chão, é usar um berço. Quando o bebé já tiver uns meses, 1 ano ou 1 ano e meio, aí sim, podem fazer essa transição sem ter receios.
Quando mesmo assim ainda não estão convencidos a 100%, quando não se veem a deixar o quarto dito "tradicional", podem sempre criar um espaço especial na casa, tipo a imagem a baixo. Trata-se de um espaço na sala de estar, com uma zona de brinquedos acessível,  onde o bebé ou criança possa usufruir da sua autonomia e assim brincar e arrumar os seus brinquedos como desejar.
Espero que estas dicas tenham ajudado! Eu tentarei colocar em prática cá em casa! =)
Se quiserem poderei depois falar do assunto mais para a frente.
Informação retirada do site Up to kids e e-konomista

Sem comentários:

Publicar um comentário